quarta-feira, 19 de outubro de 2011

o leme de um navio e a língua...



Reconheça o poder da língua – Tiago 3.2-10


Uma estratégia importante para alcançar os nossos objetivos espirituais é reconhecer o poder de nossa língua e o quanto as palavras são vitais para determinar a nossa vitória ou a nossa derrota. O texto em estudo é apenas um dos muitos textos que podemos usar para ilustrar essa verdade.


Podemos ser abençoados ou amaldiçoados, dependendo das palavras que escolhemos proferir. Se alguém diz: “Sou muito fraco para fazer isso, não tenho capacidade para realizar essa tarefa, tenho medo de tentar”, imediatamente o seu sistema nervoso recebe a mensagem de que é fraco e incapaz, eo corpo começa a ajustar-se ao que “ouviu”.


Para reforçar essa verdade, consideremos uma das ilustrações que Tiago nos apresentou com relação à língua: “Tomem [...] como exemplo os navios; embora sejam tão grandes e impelidos por fortes ventos, são dirigidos por um leme muito pequeno, conforme a vontade do piloto. Semelhantemente, a língua é um pequeno órgão do corpo, mas se vangloria de grandes coisas. Vejam como um grande bosque é incendiado por uma simples fagulha” (Tg 3.4,5).


Tiago traçou um paralelo entre o leme de um navio e a língua. Embora aquela parte da embarcação seja muito pequena se comparada ao restante, que pesa milhares de quilos, ela mantém o navio no curso, não obstante os fortes ventos e o ímpeto das ondas. Da mesma forma, a língua é capaz de direcionar a vida de alguém.


Um ponto importante para lembrar: podemos escolher ser abençoados ou amaldiçoados. Cabe a nós direcionar o “leme” de nossa língua para que na batalha as palavras vivificadoras que proferimos nos faça vitoriosos.

Fonte: Biblia de Estudo - Editora Central Gospel

Nenhum comentário:

Postar um comentário